quarta-feira, 30 de março de 2011

Explicação necessária (mas se não for suficiente, eu posso desenhar)

Partidários do senador Sérgio Petecão (hoje PMN, amanhã PSD) continuam a se indignar ante as ideias expostas aí abaixo, no post Pastel de Vento. Criam, ingenuamente, que este blog se destinava a defender os membros da oposição contra o governo dos petralhas, não importando a dimensão de suas estultícies nem o mau-caratismo de suas ações. Ledo engano.

Alguns ameaçam não voltar, no que fazem um favor a si mesmos, já que pouco devem compreender do que escrevo aqui. Um até me xinga antes de dizer que saltará ao Blog do Altino, o que acho mais do que saudável e aproveito para recomendar que leve junto a pergunta sobre o que acha meu colega jornalista do honorável senador.

Aos defensores do Sr. Sérgio Petecão fique claro que não ajo como os companheiros de camarinha do PT, que outrora se referiam aos desafetos com os adjetivos mais aviltantes e agora fazem questão de mostrar que o casamento é de papel passado (entendo, porém, o esforço dos que se unem em matrimônio a prostitutas e se esfalfam para apresentá-las como honestas senhoras).

Isso significa que não me obrigo a defender as ideias de quem se alinha comigo ideologicamente, sobretudo quando essa ideologia se desfaz mal o sujeito pisa no aeroporto de Brasília. Se algo me distingue dessa gente do governo (e é claro que por lá há as exceções), é não emitir juízos de valor sobre as pessoas baseado em minhas ralações políticas momentâneas.

Há parlamentares da base governista por quem nutro respeito, assim como há os da oposição cuja conduta faço mais que deplorar. Isso tem ficado bem claro por aqui e não obstante alguns desafetos que se vão formando nas duas pontas, acaba por se constituir em distinção. E a fidelidade dos leitores devidamente esclarecidos, independente do lado em que estejam da gangorra, comprova o que digo.

Um comentário:

  1. Bombeiro Carlos Fonseca1 de abril de 2011 18:42

    Meu camarada Antunes.....

    Frases, palavras escritas com sobriedade extrema.
    Parabéns por tudo o que foi colocado em seu devido lugar, bem devagar para que a gente pudesse, sem um pingo de dúvida, entender um pouco mais sobre algumas coisas que nossos olhos e ouvidos muitas vezes não veem e não ouvem.
    Parabéns pelo profissionalismo, pela visão e pela austeridade.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir