terça-feira, 2 de novembro de 2010

Mais uma do jornalismo tupiniquim

A matéria da Rede Amazônica de televisão mostrava um grupo de franceses em visita à capital de Roraima para exibição de um documentário sobre a Amazônia. E o repórter tascou a seguinte pérola: "Fulano de tal explicou o objetivo do projeto em um português que não precisa de tradução".

Lindo, não é mesmo? Pelo visto, o repórter é que está precisando de um bom tradutor.

23 comentários:

  1. Que falta de assunto meu caro jornalista!

    ResponderExcluir
  2. Accioly, já que vc não entendeu, eu vou desenhar: a postagem é para advertir como a imprensa está cheia de 'profissionais' despreparados. No caso do Acre, o despreparo se soma ao torniquete do governo que vc defende. Melhorou agora?

    ResponderExcluir
  3. Tome, podia ir dormir sem essa o tal Accioly... Fui ver quem era esse arauto dos "assuntos importantes":

    http://acciolytk.blogspot.com/2010/10/duelo-de-campeoes-hoje-verona-em.html

    Ah, tá...

    Mais um puxa-saco esquerdo-petista. Argh!

    ResponderExcluir
  4. Aaah, ele é de Tarauacá, tá explicado! Todo tarauacaense acha que a tal cidadela é um tipo de Vancouver brasileira. Ô povo chato, nunca vi, de Moisés Diniz a Sanderson Moura, passando por nosso arauto das "notícias relevantes" aí...

    Penso até numa rimazinha chula: "TKD" vá se...

    ResponderExcluir
  5. Ah, tá. E esse Cleomilton Filho é aquele Cruzeirense que sacaneou sua cidade natal, quando a comparou com uma tal Dogville ficticia e acabou com a carreira política do pai dele no Juruá ?
    E agora ele quer falar de mal de Tarauacá ? E por que ele ainda não foi embora do Acre do cavalo como havia prometido ? Miltinho para prefeito de Cruzeiro 2012 já !!! O povo tem memória curta....KKKKKKKKKKKKK !!!

    ResponderExcluir
  6. Carolíneo de Moura Alencar-ha-ha3 de novembro de 2010 10:42

    Para os caros amigos e amigas que leem esse blog e ainda não tiveram os desprazer de conhecer Accioly, eu 'desenho' (permita a licença humorística, querido Archibaldo, rsrs...) o que ele é em poucas linhas e curvas, lá vai: PAU MANDADO DA F.P.A. EM TARAUACÁ, TOMA ESSA NO MEIO DA CANELA, INTELECTUAL DE ARAQUE QUE SE INTITULA PROFESSOR ACCIOLY DA NOBRE PÉROLA CHAMADA TARAUACÁ, COITADOS DOS QUE TEM DE OUVI-LO POR AQUELAS BANDAS... DEVEM DORMIR DE TÃO ENTEDIANTES QUE SÃO AS PALESTRAS COM ELE... HA HA HA... Fui, não precisa me agradecer Accioly, vc tava precisando de um corretivo, já faz tempo... ha ha ha...

    ResponderExcluir
  7. Melhorou sim caro Jornalista.
    Depois que você desenhou, eu entendi. É que as vezes a gente que é de Tarauacá tem dificuldade de entender as coisas.
    Ah! só para registrar: Muito bom também o conteúdo dos comentários de seus leitores, o Cleomilton e o Carolíneo.
    Outro destaque: Muito bonito também o desenho de risada.

    ResponderExcluir
  8. Então, Accioly, a gente pode aprimorar o velho ditado: é desenhando que a gente se entende...

    ResponderExcluir
  9. Jabor Theina Silva... Ah, Jabor, vc, um verme subterrâneo que vive à espreita ali e acolá de alguma coisa que dê sentido a essa sua vida medíocre.

    Afirmo e reafirmo o conteúdo do texto satírico "A Dogville onde nasci", assino embaixo novamente, com firma reconhecida e CPF se preciso, coisa que vc jamais teria coragem e hombridade de fazer em qualquer manifestação sua.

    Certamente o texto atingiu seu objetivo. O chapéu coube direitinho àqueles a quem se destinava: decadentes como você. Existe uma Cruzeiro do Sul antes e depois de "Dogville", mas você, com certeza, ficou no grupo do "antes".

    Deixe-me só corrigi-lo: eu não "quero falar mal de Tarauacá", eu FALO mal, critico ou elogio qualquer cidade que eu quiser: isso se chama liberdade de expressão - coisa a que vc não deve ser muito afeiçoado. E adivinha? Faço isso quando eu quiser. E, pro seu desespero, assino meu nome. Olha!

    Não se preocupe, ainda não fui embora daqui porque, parafraseando um bom professor que tive, tenho os vícios da burguesia, mas ainda faltam-me suas virtudes. Hehehehe. Deixe-me lograr êxito no acúmulo de algum capital e vc me verá falando mal de outra cidade, quem sabe no Sul no país.

    Quanto ao seu "conhecimento" político sobre o meu pai, apenas lamento. Meu pai nunca teve "carreira política", sequer exerceu um mandato de presidente de bairro. Como vc vem me falar em "carreira política", moleque?

    No mais, não mais.

    Saudações.

    ResponderExcluir
  10. Poxa gente, nao vamos generalizar o povo de Tarauacá como sendo todos Pau mandados. Aqui existe pessoas dignas que nao se vendem por qualquer promessas de politicos safados, a prova foi a votaçao no Serra... Nem todos acreditam mais nas mentiras destes que se dizem donos do Brasil. Fiquei muito magoada, pois Tarauacá tambem tem pessoas honestas.

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pelo chamamento da escola, meu caro.
    Você merece. Um forte abraço,
    Edvaldo Souza

    ResponderExcluir
  12. Carolíneo de Moura Alencar-ha-ha4 de novembro de 2010 15:03

    Desculpo-me formalmente com todo e qualquer cidadão tarauacaense que tenha se sentido ofendido com o que eu teclei aqui, vamos então desfazer esse mal-entendido, ok, o 'pau mandado da F.P.A.' ao qual fiz menção está endereçado só ao Accioly, e estamos conversados. Gostei mesmo da postura de Tarauacá, que não se dobrou novamente para ser penetrada pelo odioso PT como fez a decadente Feijó e seu séquito de lambedores de botas petistas... desculpas aceitas, caro Anônimo?! Já aos feijoenses não me retrato nem morto!!!

    ResponderExcluir
  13. Caro Cleomilton Filho
    Você deveria primeiro lavar sua boca quando falar do povo tarauacaense, não fale de quem você não conhece até porque quando você fala do "povo" significa que você está generalizando todos. Outra coisa diga o porquê do despeito com Sanderson Moura? Será porque ele é um dos melhores advogados do Acre ou será que é por conta disso e o fato dele ser de "Tarauacá". Que inveja hein! Fique sabendo que enquanto você fala mal do povo Tarauacaense o povo tarauacaense está c...... pra você meu AMIGO.

    ResponderExcluir
  14. BARATO CLEOBOSTA
    ESCUTA AQUI SEU CARA DE B.... DE QUE BURACO TU SAIU? POIS EM TARAUACÁ NINGUEM TE CONHECE. SE NINGUEM TE CONHECE ISTO SIGNIFICA QUE PRA NÓS TARAUCAENSES VOCE NÃO EXISTE SEU INSUPORTAVÉL, MAL EDUCADO. POIS EU PARTO DO PRINCIPIO DE QUE DEVEMOS RESPEITAR OS OUTROS OU PELO MENOS FALAR COM EMBASAMENTO. VOCE É UM SER MAL AMADO, MAL RESOLVIDO E DESPRESIVEL.DEIXA-NOS EM PAZ SEU B.....!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  15. Caríssimo anônimo das 15:01: seu comentário foi postado com base no rígido princípio da liberdade de expressão mantido neste blog. Mas saiba que não compactuo e tampouco concordo com agressões desse nível. Aliás, "desprezível" se escreve com z.

    ResponderExcluir
  16. Prezado Doutor Cleomilton (segundo a lei imperial de 11 de agosto de 1827, todo advogado é doutor e como eu tenho o mau costume de obedecer às leis...),

    Só algumas considerações:
    1-Em nem um momento em meu comentário desdenhei do seu direito de expressão.Só que para o seu desespero eu também tenho o direito de discordar de suas opiniões;
    2- Apesar da minha "vida medíocre" e desqualificação (papai não tinha dinheiro para mandar-me estudar "fora" ) em nem um momento eu o agredi com palavras do tipo "moleque" ou "verme desprezível".Aprendi que na democracia,Doutor, podemos até "assassinar" a idéia de outrem,mas jamais partir para a agressão pessoal. A integridade do ser humano é inviolável, então, por favor, só ataque minhas palavras. Ah, a democracia ! Essa que nos obriga a viver ao lado daquilo que não aceitamos,não é mesmo ?
    3- Quanto ao fato da carreira política de vosso pai: quem foi mesmo o vice na chapa "Produzir para empregar" para o governo do Acre em 2006 ? Andas esquecido ? pelo visto o político da família deve ser o senhor. Um advogado com memória fraca pode não ter sucesso,mas um político...E olha que não tenho nada contra vosso pai ,um homem decente e trabalhador que foi relegado ao esquecimento por aqueles que da honra dele se aproveitaram em nome das mais sórdidas politicagens.Pelo menos ele se manteve íntegro em sua conduta moral;
    4- No mais e nem mais,espero, Doutor, que fique com o Deus que tanto desprezas e que te perdôo, pois sei que quando escrevestes esses acintes devias ter tomado um overdose de coca-cola com carne vermelha mal-passada, rrsrsrsrs...;

    5- E finalmente,só para vossa alegria: Miltinho para prefeito de Cruzeiro 2012.Esse povo vos adora !Pelo visto o senhor agora também ficará famoso em Tarauacá.Que tal se lançar a prefeito da Terra do Abacaxi Gigante ? Eis o Slogan: Miltinho,TKD e você:tudo a ver !

    E agradeço ao editor deste blog pelo espaço democrático,mesmo não tendo nenhuma obrigação legal para tal.Isto sim, é direito de expressão.Um abraço.

    ResponderExcluir
  17. Anônimo "Jabor",

    Quando você assinar seu nome, você terá todo o direito de discordar das minhas opiniões, criticá-las e até zombar delas. Já tive embates com muita gente boa, que corajosamente se identificava. Tenho, apesar das diferenças, o maior respeito por essas pessoas - pois elas o merecem.

    A liberdade de expressão é amplamente assegurada pelo ordanemnto pátrio, vedado constitucionalmente o anonimato. Você, que não me parece de todo um ignorante, deve saber disso, tá lá no artigo 5º, VI da CF.

    Anônimo, pra mim, não existe. Não passa de um covarde e um verme subterrâneo, como já disse. Nunca escrevi nada ou expressei qualquer tipo de opinião de forma anônima, pois tenho a hombridade e a coragem que te faltam para ser responsabilizado por minhas opiniões.

    É moleque também, uma vez que, como já disse, te falta hombridade. Homens de verdade assumem suas posições e defendem seus pontos de vista de cabeça erguida e peito aberto, coisa que vc não faz não faz por medo, covardia ou sei lá o quê.

    Você me acusou de ofender sua pessoa. Ora, que pessoa, cara pálida? Você é um anônimo. Eu poderia te injuriar, difamar e até caluniar. E, adivinha? Você não estaria, sequer, amparado legalmente se, por ventura, quisesse me processar.

    Apesar do entendimento jurídico e pacífico de que advogado é "doutor", conforme a lei imperial que você citou, além de outros malabarismo subjetivos e "hermenêuticos" da atividade advocatícia, eu NÃO SOU DOUTOR. Não compartilho de tal entendimento. Pra mim, doutor é quem tem doutorado - pós-graduação stricto sensu. Ponto. O mesmo vale para médicos, dentistas, veterinários... Ninguém é doutor se não tiver doutorado. Simples assim. Portanto, dispenso o título.

    Meu pai realmente foi vice de Bocalom em 2006 pra governo do Estado, e só. Não mais se meteu em política. Isso, pra você é CARREIRA política? Você afirmou, levianamente, que eu "acabei com a carreira política do meu pai no Juruá" com um texto. Meu pai nunca foi sequer presidente de bairro aqui em Cruzeiro. Nunca teve carreira política no Juruá nem em lugar algum, meu caro. Informe-se melhor.

    Meu ateísmo e minha adoração por carne vermelha e Coca-Cola certamente não te diz respeito. Pelo tanto que você se esforça para parecer me conhecer superficialmente, concluo que você só pode ser um grande admirador - o que não me importa absolutamente em nada.

    Ante todo o exposto, reafirmo para seu deleite, "Jabor" anônimo: você é, sim, um verme subterrâneo, e não passa de um moleque medroso e covarde.

    ResponderExcluir
  18. Quanto aos iletrados anônimos tarauacaense que acima comentaram, já era de se esperar a reação primitiva. Sintomático.

    Einstein disse que o nacionalismo era uma doença infantil, o sarampo da humanidade. Trazendo do geral para o local, o mesmo pensamento se pode aplicar aos "bairrismos" extremistas que grassam os interiores de todo o Brasil, não só do Acre.

    Tarauacaense, cruzeirenses, feijoenses... estamos cercados por bairristas dispostos a matar e morrer por sua "nação municipal". Triste de ver.

    Conheço uns 20 tarauacaenses, dos quais tiro uns 2 ou 3 de que gosto. Em geral, os acho soberbos, bossais e pedantes. Como o tarauacaense é pedante. E tenho todo o direito de achar e dizer isso com base na "amostragem" que tenho.

    O fato de o povo de Tarauacá estar c...... pra mim, como disse um sapiente anônimo, não me ofende absolutamente em nada. A recíproca é inteiramente verdadeira.

    Como sempre afirmo, eu generalizo mesmo, as exceções que se manifestem. A generalização é uma forma de que disponho para instigar a manifestação de pessoas de bem, que não se enquadrem nas minhas generalizões "descabidas", mas que permanecem mudas e caladas diante da imbecilidade reinante.

    Por isso, se você é um tarauacaense exceção, manifeste-se meu amigo, pois até agora só foram corroboradas as minhas conclusões acerca do povo de TK City.

    ResponderExcluir
  19. Tcs,tcs...o honoravel doutor desceu das tamancas.Quem é o senhor,Dr Cleomilton, para me chamar de anônimo ? Será por que não tem foto no meu perfil ou é por que o sobrenome da minha família não faz parte das rodas sociais das minorias ,nas quais o senhor se criou ? Para o seu desespero existe a periferia. E para sua ignorância eu prefiro ser realmente um anônimo.Deus me livre do que serias capaz de dizer de minha família ,bah !Para o senhor é mais fácil desqualificar as pessoas do que suas idéias,por isso és um advogado.Não senhor, não vou me entregar às suas sanhas verborrágicas !
    E o senhor qualificando os outros de pedantes e soberbos? Só pode ser uma piada.Estais a olhar o espelho ultimamente e por isso fala do seu próprio reflexo ?
    E quanto ao vosso título obrigatório de doutor vá queixar-se a D.Pedro,quem criou a lei,já que desta feita a culpa não é do bispo.E por favor se informe um pouco melhor, o senhor, antes de ficar citando Einstein de forma tão superficial.Eis o pedantismo barato e inócuo. O senhor é só retórica !

    No mais espero que fiques em paz e com a graça de Deus, o vivo.

    Do seu "admirador" secreto, o verme subterrâneo (mas que mesmo assim "pega um solzinho" a despeito da sua enorme vontade de me negar esse direito).

    PS: Em CZS o senhor está cheio de admiradores tal qual eu, por isso eu insisto que não deixes passar essa oportunidade de se lançar a prefeito em 2012.Lembre-se : o povo tem memória curta, filho prodígio. Darias um político pródigo.Rrsrsrsrsrsrs...

    Um abraço ,Jesus te ama...

    ResponderExcluir
  20. Carolíneo de Moura Alencar-ha-ha9 de novembro de 2010 13:03

    K-CÊTE!!! COMO RENDEU ESSE POST SOBRE UM ERRO DE CÁLCULO DE REPÓRTER DA REDE AMAZÔNICA EM RORAIMA HEIN?! PUTZ! SERÁ QUE VC BATEU SEUS RECORDES DE COMENTÁRIOS RECEBIDOS, ARCHI? RSRSRS... COMEÇOU UMA COISA E VIROU OUTRA, RSRSRS... É O PODER DA DEMOCRACIA INTERNETIANA, RSRSRS!!! AO 'JÁ ABORTEI NA SILVA', UM RECADO, VISTO QUE ELE, PELO NÚMERO DE PALAVRAS ARCAICAS QUE USA, DEVE SER CRENTE, -- JESUS AMA AZULZINHOS COMO NÓS E VERMELHINHOS COMO VC E ACCIOLY --, OK?! RSRS...

    ResponderExcluir
  21. Com certeza, Carolíneo, a coisa rendeu graças aos comentários contra o povo de Tarauacá, rs. Acho que foi o post mais comentado da historinha do blog. Abraço.

    ResponderExcluir
  22. Archibaldo, seu último post me fez perceber um erro crasso de português que cometi. Escrevi:

    "...Em geral os acho soberbos, bossais e pedantes..."

    Na verdade, "bossal" sou eu. Os tarauacaenses são BOÇAIS.

    Fica registrada a errata.

    Abraço.

    ResponderExcluir